quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

SE PREOCUPAR COM O "BRADO" É PERDER TEMPO

ENEM: Haddad tem que saber usar essa arma

O que vai fazer o ex-ministro Fernando Haddad perder ou vencer as eleições para a prefeitura de São Paulo será uma conjuntura de fatores como alianças, a performance do próprio candidato, o projeto para São Paulo etc. O ENEM terá papel importante, dependendo de quem vença a briga:  O PSDB e o PIG que vão tentar desqualificar o papel de Haddad e o ENEM ou o PT e seus aliados que terão que mostrar as enormes vantagens do exame e o bem que trouxe a milhares de jovens pobres em todo o país. 

Ninguém neste país, na moderna democracia, nem o próprio Lula,  sofreu um campanha tão baixa e agressiva  quanto  Dilma Rousseff. Os terríveis ataques que sofreu foram na hora, em plena campanha. Vieram de todos os lados: da Folha, da bancada do JN, do Waack, do Estadão, da Veja e principalmente, da internet. Foram de todos os tipos: de caráter político, religioso, moral, calúnias, tudo. No entanto, quem  é a Presidenta do Brasil hoje? 

Aquela vitória só foi conseguida porque o povo estava consciente, independente das calúnias do pig, da grande mudança que o projeto Lula trouxe para suas vidas. E sabia, também, que esse projeto seria tocado por Dilma. Se Lula, Dilma, o  PT e os aliados conseguirem tocar no povo paulista, mostrando-lhe não só a mudança de destino que terão nas mãos de Haddad, mas, principalmente, em que situação se encontram suas vidas hoje nas mãos de Kassab, de Alckmim,  usando sem dó nem piedade o "Privataria" para mostrar ao eleitor de São Paulo que tipo de gente governa o estado a dez anos, com certeza a vitória do ex-ministro da educação virá e não será um seriado, de ficção, em um horário que quase ninguém assiste,  que vai modificar isso.

The teacher. 

2 comentários:

Diógenes Afonso disse...

Caro professor [mái vêji mermo],

Respeito sua opinião e os seus argumentos são extremamente válidos. Ocorre que, no bojo [anota aí!... Tá vendo... é um aluno desse que desgraça um professor! O cara sai do recesso de seu lar para querer o bem do aluno e ele me vem com pedradas!] dessa discussão, considerar as intenções subliminares de uma minissérie global com a coautoria de um Guilherme Fiuza é pertinente, porquanto esse desnudamento está entre a "conjuntura de fatores" a que você se refere.

Você, eu e todos os que lutaram para eleger Dilma somos "tristimunha ocular de vista" das barbaridades que o PiG cometeu para que o "poste", que hoje dá luz, não andasse. Você deixa claro isso em seu artigo.

Logo, avaliar as explícitas inferências a Haddad na minissérie [com o MEC, o episódio do livro didático e tudo o mais] é pedagógico e isso deve compor como elemento de discussão [talvez em menor grau, não sei].

É bom lembrar que o que está em jogo é a prefeitura de São Paulo e, lá, determinados fatores [como uma certa "inapetência", de um modo geral, para a política - haja vista o fato de o PSDB estar no governo há tanto tempo], por mínimos que sejam, devem ser postos na mesa.

Abs!

blog do teacher Ramos disse...

Olha ái. É esse tipo de aluno, tá vendo... Concordo com a réplica, no que diz respeito à preocupação que devemos ter com tudoo que a grobo, o djabo dos infernos, faz. O que eu quis colocar é que no caso espécifico desta série mal intencionada, ela, por si só, não é suficiente para interferir no resultado da eleição.
abs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...